Resenha: “Traços”, de Eduardo Cilto

livro-tracos-eduardo-cilto

Um road trip com um toque de problemas adolescentes e que traz a tona problemas reais e atuais das nossas vidas. Se surpreenda com esse livro cheio de reviravoltas. Vamos à resenha.

 

ENREDO:

Matheus é um típico adolescente nerd, sem grande expectativas escolares e com certeza o último candidato a Rei do Baile da popularidade. Já sua grande amiga e amor secreto Beatriz, é a melhor razão que ele pode encontrar para sair de casa e ir a um dos rituais mais comuns entre os jovens de sua escola, uma festa estudantil. Ele daria tudo pra ficar em casa naquela noite, e teria ficado, se soubesse que tudo mudaria daquele dia em diante, mas quem resiste ao um pedido feito por uma linda dama?

Após alguns percalços e uma conversa super embaraçosa com sua mãe sobre uso de camisinha, caso saísse com alguma menina, tudo isso antes mesmo de entrar na festa, Matheus se vê cercado de pessoas que não gostam dele e que zombam, na maioria das vezes de seu jeito. Mas a noite ainda reservava algo ainda maior.

Após uma conversa pouco frutífera em companhia de Bia, que revelou que gostava muito dele, mas como amigo, nosso pobre rapaz ainda é levado para a casa de Fernanda, namorada de seu melhor amigo Ivo para um ritual que poderia revelar o futuro de Bia.

Como um bom amigo que era, ele não poderia deixá-la sozinha com aquela garota estranha e por isso, mesmo contrariado, seguiu com eles até o quarto da menina.

Lá, Beatriz, Matheus e Ivo, são surpreendidos quando por algum motivo sem explicação a sessão mística entra em um nível profundo e a Mediadora entra em uma espécie de transe e faz a revelação sobre o futuro de Bia, que mudaria a vida de todos naquele quarto, principalmente Matheus.

Beatriz, após o ocorrido tem a brilhante ideia de ir para São Paulo em busca de seu ídolo adolescente, um YouTuber de muito sucesso e sensível que fala diretamente as meninas, autodenominado Garoto Diferente, e lógico que Bia leva Matheus junto.

Temos então início a uma viagem que vai traçar o destino dos dois amigos e daqueles que os cercam.

 

NARRATIVA:

O livro é bem escrito e de leitura fácil. O autor escolheu alguns pontos interessantes para basear sua obra, temas estes bem atuais, que tornaram leitura mais empolgante.

A descrição dos personagens é bem feita, e mesmo sem muita profundidade somos capazes de nos identificarmos com a dupla em questão. Como se trata de um livro sobre aventura de viagem (road trip), vamos conhecendo melhor as motivações dos dois com o avanço da leitura.

 

DESTAQUE:

Como destaque quero exaltar que o livro me ganhou, quando ele mostrou uma profundidade em um assunto polêmico: a homossexualidade. No livro o assunto é abordado duas vezes de formas diferentes e em momento importantes.

Outro ponto que é citado e vale a pena a discussão é o assédio as WebCelebrities e como a influência destas pessoas pode ser positiva e/ou negativas na vida de uma adolescentes em formação de carácter.

edurado-cilto-11233

Eduardo Cilto – Autor e YouTuber

 

MINHA OPINIÃO:

Confesso que comecei o livro sem grandes expectativas, mas me surpreendi durante a leitura.

O Livro deu uma virada de roteiro muito boa e deixou a trama, que até o momento, estava mais para um filme de sessão da tarde, como um thriller ao estilo Tela Quente. (Se é que me entende 😉 )

O livro sobe o tom de uma forma muito interessante e passa de um romance adolescente para um livro policial e isso me deixou aflito e muito mais ligado na escrita. O desenvolver da história me pegou desprevenido e me agradou muito.

Mas como nem tudo são flores: Fiquei muito triste, pois o autor não deu uma conclusão adequada a trama, pulando para seis meses depois do fato principal ter ocorrido.

Eu só queria saber um pouco mais sobre as consequências das escolhas de Matheus e como isso afetou as pessoas ao seu redor.

Um livro com um inicio despretensioso, com um meio eletrizante, mas com um final que deixou a desejar, não pelo desfecho da trama, mas por não me mostrar as consequências deste final. Um livro que de uma forma bem simples nos mostra o quanto somos responsáveis
por nosso destino, e que nos diz abertamente que não temos responsabilidades pela vida alheia, e devemos aceitar quem ou o que somos, não importando o quanto isso pode ser diferente ou causar desaprovação das pessoas ao nosso redor.

Como Thalita Rebouças colocou na capa: “Um livro cheio de reviravoltas e com um final surpreendente.”

 

SINOPSE:

Quando Matheus aceitou acompanhar Beatriz na festa do colégio, jamais imaginou que terminaria a noite participando de um ritual místico (de veracidade duvidosa) para saber o que o futuro reservava para ele e a amiga. Assim que as velas que os cercavam se apagam e uma resposta esquisita encerra a cerimônia, Beatriz leva o resultado a sério e entende que deve fugir da cidade pequena para se encontrar com seu destino nas ruas da capital de São Paulo.

Perdido no meio de tudo, Matheus é obrigado a repensar o que considera certo ou errado quando é convidado para participar do plano maluco de fuga e decide que precisa passar por cima dos limites impostos pelos pais para finalmente ser capaz de entender quem realmente é. Os dois amigos partem sozinhos para São Paulo e carregam consigo não somente as malas nas costas, mas também o peso de todos os problemas que achavam que estavam deixando para trás. Sem ter ideia do que estão enfrentando, Matheus e Beatriz descobrem mais sobre si mesmos, criam, quebram laços e encaram desafios que jamais pensaram que confrontariam enquanto contavam as moedas para realizar esse grande plano que iria mudar suas vidas para sempre.

download-1

 

FICHA TÉCNICA:

NÚMERO DA EDIÇÃO: 1
IDIOMA: Português
ANO DA EDIÇÃO: 2016
MARCA: Outro Planeta
I.S.B.N.: 9788542207477
ALTURA: 21.00 cm
LARGURA: 14.00 cm
PROFUNDIDADE: 2.00 cm
NÚMERO DE PÁGINAS: 272
ACABAMENTO: Brochura

Érico Robert

Sou apaixonado por Livros, RPG e Video Games. Minha Família é tudo pra mim, minha alma gêmea (Ara), foi quem me ensinou a gostar de ler e sou eternamente grato a ela. Sou dedicada as minhas filhas, mas adoro os poucos momento em que posso desfrutar de paz e sossego. Diversão é reunir a família e os amigos e cozinhar para eles, enquanto conversamos, assistimos alguns filmes ou batalhamos no RPG!

Você Pode Gostar

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: