Resenha “Se eu te perder” – Cristina Valori

Se eu te perder Book Cover Se eu te perder
Cristina Valori
drama
Qualis Editora
2016
Físico
270

Perdão. Um sentimento que Laura acreditava não ser capaz de conceder. Vivendo um romance feliz com o seu namorado, Fernando, ela viu sua euforia escorregar de suas mãos quando a notícia da gravidez não aconteceu como imaginava. Desnorteada, encontrou apoio nos braços de Diogo, um médico que estava disposto a aceitar a amizade de Laura como a única alternativa possível. Envolvida pela segurança de seu novo amigo e consumida pela descoberta de um segredo de seu namorado, ela começa a enxergar outro lado de sua própria história. Laura conseguirá perdoar Fernando ou construirá uma nova vertente para sua vida?

O que significa perdoar? Esquecer completamente o que foi feito e ficar sem ressentimentos ou ter além disso ter que voltar a conviver da mesma maneira ou com o mesmo relacionamento?

Enredo:

Laura é professora e ama sua profissão, deixou sua família em Brasília para estudar e nunca mais voltou. No início do livro ela namorava Fernando e apesar de não estarem sempre juntos  ela era feliz, afinal desde que se conheceram ela sabia que não poderia ter todo o tempo dele disponível.

Fernando é piloto de avião e por esse motivo vive viajando e passava dias fora, em sua última viagem ele não imaginou como tudo poderia mudar.

Laura nunca desconfiou de Fernando, mas um dia viu uma mensagem estranha no celular dele e ficou com aquilo na cabeça mesmo ele dizendo que deveria ser engano, após a manhã desta mensagem Fernando viajou e Laura tentou seguir seus dias normalmente.

Para sua surpresa Laura descobre que está grávida, mesmo não sendo planejado ela ficou muito feliz e querendo logo que Fernando voltasse de viagem para contar a novidade, mas aí que seu mundo cai, ela descobre  que estava sendo traída.

“Perdi meu chão…
Meu ar…
Meu mundo.”

Com essa descoberta Laura não sabe mais o que fazer, seu desespero é tão grande que ela acaba sofrendo um acidente, é aí que entra um novo personagem, Diogo, que vai mexer com a mente de Laura.

“Se eu não estivesse grávida, de coração partido e magoada com o que o destino me proporcionou, talvez me deixasse envolver por aqueles olhos castanhos.”

Depois da descoberta Laura fica decidida em não contar sobre a gravidez e ter seu filho sozinha, porém acaba arranjando uma briga com sua família por causa dessa decisão.

Será que ela vai mudar de ideia? Será que vai contar pra Fernando da gravidez e até mesmo perdoá-lo? E Diogo, que papel terá em tudo isso?

Narrativa:

A narrativa é na visão de Laura, cada angústia que a personagem passa nós sentimos. A autora novamente fez juz a sua fama de nos fazer chorar e MUITO com sua escrita, com sua forma de passar a angústia do personagem e querer ler cada minuto a mais para descobrir logo o que acontecerá, tornando-se impossível largar a leitura.

Destaque:

Podem ser minhas lágrimas? Foi o que mais vi lendo esse livro.

Brincadeiras a parte, na minha opinião o que se destacou foi que todos os “dramas” e problemas do livro foram coisas reais, nada de forma exagerada que não pudesse existir na vida real, juntamente com a forma da narrativa o enredo em geral me envolveu muito.

MINHA OPINIÃO:

O livro em si te faz questionar o que seria realmente perdoar, o fato de Laura ter sido traída traz a questão que se caso ela perdoe Fernando, seria necessário voltar o relacionamento ou somente deixar o coração livre de qualquer ressentimento. Ele te faz refletir em relação ao que é perdoar, como perdoar e como acabar reagindo em relação a alguns conflitos que surgem em nossa mente.Também ensina que toda história, por pior que seja o resultado, existe uma explicação, o que não justifica o erro mas te faz compreender certas atitudes.

Em muitas partes do livro me peguei questionando que decisão tomaria naquela situação, não foi somente um romance para nos distrairmos e sim um livro que te faz questionar em relação como as decisões podem alterar e muito sua vida e das pessoas a sua volta.
Me desculpa Cristina, sei que prometi que não faria isso, mas pulei pro final pra saber o que aconteceria, foi mais forte que eu o medo de o final ser diferente do que eu torcia.

Eu juro que estou tentando não ser “puxa saco”, mas como não se apaixonar por esse livro? Desde a capa que me conquistou MUITO, uma diagramação perfeita e um enredo que te prende e faz refletir em muita coisa, como já disse não é só apenas um romance comum.

Laura me ensinou muito e tenho certeza que vai acabar dando umas aulinhas pra você também.

Nota para autora:

Mulher, por favor, quando eu for vender seus livros, em vez de marcador dê um lencinho personalizado, ok? Eu precisei muito dele e acho que outras leitoras também.

ADOREEEEIIIIII seu livro! Sabe quando você lê o livro de alguém, se apaixona e quer todos? Assim que estou.

Thami Cheble

Gosto muito de ler! Tenho costume de me colocar no lugar do personagem pra entender melhor ainda o que ele sente, e se me ver rindo igual louca quando estou lendo não ligue, isso é normal mas, se me ver chorando nem pergunte! Não interrompa minha leitura.

Você Pode Gostar

  • Bia

    E essa capa maravilhosa? Amei a resenha, você arrasa e sempre aumenta minha listinha <3

    • Thamirys

      OBG meu amor, essa capa é perfeita

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: