Resenha “Pegando Fogo”, de Abbi Glines

Pegando fogo Book Cover Pegando fogo
Abbi Glines
Fiction
Editora Arqueiro
31 de July de 2017
224

Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela. Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão. Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir. Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela – e já estão várias jogadas à sua frente.

Enredo

Nan Dillon é a Serena Van Der Woodsen de Rosemary Beach. Mimada, rica e sempre consegue tudo o que quer. A única diferença é a vida solitária que Nan vive. Ela foi responsável pelas maiores brigas e confusões em toda a série e merecia poder contar sua história.

No último livro da série, vemos o lado intimista de Nan, o lado carente e uma vida ensopada de frustrações. E por ser tão sozinha, a Ruiva acaba se envolvendo com Major Colt, o mulherengo que não quer nadinha com ela além de sexo.

Cansada da falta de carinho de Major, Nan viaja para Las Vegas e lá conhece Gannon, o sedutor empresário que é a realização dos desejos mais íntimos de Nan.

Quando Major se arrepende e Gannon mostra não ser o que aparenta, Nan parece provar do próprio veneno. E nós, pegamos fogo por mais dessa história.

Narrativa

Seguindo a linha das histórias, Abbi deixa Nan narrando e outros dois personagens. Esse é um dos livros mais sensuais de Abbi e ela nos mostra isso através das falas dos personagens e das descrições da história. Os diálogos são bem construídos e ela não peca nas cenas.

 

Destaque

Abbi deixou claro que faria todos que odiavam Nana amá-la, mas ela fez mais, ela nos fez entendê-la. Sempre adorei a Nan, mas neste livro eu entendi seus motivos e passei a amá-la. Abbi conseguiu o que queria e a ruiva passou de vilã para nossa mocinha. O livro é sensual, a narrativa é maravilhosa e a personagem cativante.

Minha Opinião

Nan, eu te veneroooo!!! Deus sabe o quanto eu esperei por esse livro e o quanto eu amei. Sempre procurei entender o lado dela, e apesar de todas as confusões, via uma menina solitária, carente e que agia muito pela emoção.

Sim, emoção. Pode não parecer, mas Nan tem um coração. Ela sofreu com a ausência do pai, aprendeu na porrada a ficar sem Rush, Grant também precisou deixá-la de lado. As atitudes de Nan não foram certas, ela errou com todos e não leia o livro esperando que ela vá se redimir. Mas é o momento dela e podemos conhecer o seu lado da história, onde entendemos os motivos que a levaram a aprontar tanto.

Esse é o meu segundo livro favorito, Rush e Blaire ainda estão na frente. Mas a vilã mais odiada/amada dessa série também tem um espaço no meu coração. Go, Nan!

O final encheu meu coração de amor. E diferente do livro do Capitão, não foi corrido. Eu amei cada frase do último capítulo e foi uma despedida e tanto da série.

Bia Bernardo

Sou carioca, ariana, louca por New Adults e apaixonada por história. Jornalista em formação, resenhista aficcionada e amante da escrita. Enquanto não lanço um livro, sigo escrevendo meus textos e minhas histórias. Escrevo e falo muito, o tempo todo. Amo passar o fim de semana com os amigos ou vendo séries.

Você Pode Gostar

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: