RESENHA: “O ÚLTIMO DOS GUARDIÕES”, de João Paulo Silveira

O Último dos Guardiões Book Cover O Último dos Guardiões
Insurreição I
João Paulo Silveira
Fantasia, Épica
Novo Século
13/7/2015
Brochura
368
http://www.gruponovoseculo.com.br/o-ultimo-dos-guardioes.html

Um reino em paz... A sociedade é governada por um conselho igualitário... As guerras terminaram há muito tempo... Mas quando a cobiça pelo poder fala mais alto, eclode uma batalha sangrenta, como nenhuma outra antes. Uma guerra que durou vinte anos foi vencida por um feitiço arcano, libertando um mal hediondo na Terra. Milhares de vidas foram sacrificadas para que a ânsia de poder de alguns fosse saciada. Uma Cidadela foi erigida para treinar novos guerreiros e fazer frente à ameaça. Após anos, um guardião veterano acredita que poderá, enfim, deixar a frente de batalha, mas um acordo doentio destrói suas esperanças. Conseguirá este guardião se reerguer, combater o poder instituído e, ainda, ajudar seu povo a erradicar os exércitos infernais?

 Há uns meses atrás fui convidado para participar de um evento de Literatura Fantástica Nacional. Deste evento eu tirei grande proveito, pois pude conhecer autores e obras que me encantaram completamente.  Este livro de hoje foi um dos presentes naquele evento.

Eu nunca duvidei da capacidade do brasileiro, mas confesso que cada vez tenho mais orgulho de dizer que leio literatura nacional, principalmente quando me deparo com uma obra tão bem estruturada como esta que venho falar hoje: O Último dos Guardiões de João Paulo Silveira.

Então vamos à resenha.

 

ENREDO:

Em um mundo devastado por uma guerra, um dos lados que estava perdendo resolve apelar para as trevas, achando que assim poderia sobrepujar os outros. Devido a esse engano, o mundo passou a ser invadido e atacado por criaturas nunca antes vistas.  Após anos de batalha e milhares de mortes, houve um armistício proposto pelos seres demoníacos, onde eles exigiam a entrega de cinco vítimas por cidade para aplacar sua sede de sangue em troca de cinco anos de trégua.  

Obviamente, nem todos os combatentes foram a favor de tamanha atrocidade, mas a maioria de um senado já desgastado e corrompido pelo medo, aceitou e com isso iniciou-se um ciclo de oferendas em troca da vida do resto da população.  

Em meio a esse caos encontramos o nosso herói, em sua pior forma e desgostoso de sua vida, após um passado triste e o rebaixamento de sua casta, que já foi considerada a mais importante, hoje às margens daquela sociedade a qual vive. Seu legado é visto como desonroso, mas ele é ciente de seu dever para com a comunidade e toda a população.

O destino quis que em uma noite após uma luta desleal com dois agressores, o nosso herói bêbado e totalmente desnorteado, após vencer seus opositores caísse quase morto na porta de uma família que o acolheu e deu um novo sentido para sua vida durante os dias vindouros. Mas o destino ainda queria mais deste guerreiro e quando ele achou que teria dias de paz, vem à nova convocação para o sacrifício demoníaco, ao qual um membro daquela tão distinta e humilde família, que o recebeu e lhe ensinou sobre um mundo sem ódio ou dor, fora convocado como rebanho. Isso despertou o guerreiro adormecido, fazendo-o se levantar contra as regras desta sociedade perdida e, principalmente, contra os demônios que há muito vêm atormentando os cidadãos de bem.  

Temos então o início de uma busca pelos meios para destruir, de uma vez por todas a fonte de todo o mal que assola este mundo.

 

NARRATIVA:

O livro é contado na visão de Galaniel, o protagonista da história, porém, somos abastecidos com informações sobre a linhagem deste nobre guerreiro em lembranças de outras pessoas próximas a ele, para entendermos o que levou aquele homem a ter tanta determinação e força nos dias atuais.

A utilização de flashbacks neste livro é muito bem feita, tornando a história muito mais rica, mas sem nos entediar com uma história linear desde a primeira geração formada por seu avô.

A descrição das cenas de lutas e equipamentos também são muito bem feitas, criando uma imersão muito boa na atmosfera fantástica.

 

 

DESTAQUE:

Poderia citar vários pontos que me agradaram, mas quero ressaltar dois. Primeiro: O protagonista que é apresentado como um ser de pouca importância, mas que aos poucos vai  crescendo diante de nossos olhos, à medida que conhecemos a sua história. Ao ponto que a repulsa inicial por sua forma bêbada e displicente é totalmente substituída por solidariedade e orgulho ao passar das páginas.

Em segundo lugar, quero chamar muita atenção para os capítulos finais. (Não se preocupem, não darei spoillers), onde a nossa tensão é dividida entre a batalha presente e o caminhar inicial do guerreiro que o tornou tão poderoso e capaz de estar ali naquela situação, tornando tudo muito crível para o leitor.

 

MINHA OPINIÃO:

João Paulo, autor desta maravilhosa trilogia, foi muito feliz em contar o início deste destemido guerreiro de uma forma que ficamos totalmente entorpecidos, não somente pelo protagonista, mas também por membros de sua equipe. Confesso que gostaria de saber mais sobre seus companheiros, mas entendo que a história é focada no guerreiro que pretende reerguer sua casta e assim devolver a honra aos Guardiões, além de salvar a todos de um terrível fim nas mãos dos demônios.

Para não dizer que o livro tem não pontos ruins, eu tive dificuldade em diferenciar alguns membros da equipe pelos nomes. Criando por muitas vezes uma confusão em minha cabeça. Por isso, eu criei um “sistema” de apelidos, onde eu chamava os personagens da seguinte forma: “cara do Machado”,  “Arqueiro”, “Band-Aid” e assim por diante. Mas acredito que isso seja uma dificuldade minha e não uma deficiência do autor.

O Último dos Guardiões é uma aventura que todo fã de RPG e de fantasia deve ter em casa. Deixando bem claro que esse é o primeiro da trilogia e o ponto em que terminou este, deixou um gancho, mais que perfeito, para o segundo, criando um convite ideal para mergulharmos nas páginas desta literatura fantástica. E mais uma vez, me orgulho em dizer, TOTALMENTE BRASILEIRA, sem dever nada a grandes autores internacionais.

Ostente você também esse exemplar muito bem acabado e com arte linda na capa, criado e concebido aqui em terras tupiniquins.

Uma boa leitura a todos e Espalhem a Palavra.
CORAGEM E HONRA!!

 

INFORMAÇÃO EXTRA:

O Autor João Paulo Silveira, criou maneiras de aumentarmos, ainda mais, a nossa experiência com esta saga através de vários recursos, desde Jogos de Dados até um App de Celular que pode ser baixado para Android e IOS. Tudo isso pode ser encontrado clicando no link: www.oultimodosguardioes.com.br

 

No site, você podem encontrar o primeiro e o segundo livro para venda, além do site da editora e demais livrarias.

Outra novidade é que o 3º Livro da séria será lançado na CCXP deste ano em Dezembro. Então corra e garanta logo seus exemplares desta saga maravilhosa.

Érico Robert

Sou apaixonado por Livros, RPG e Video Games. Minha Família é tudo pra mim, minha alma gêmea (Ara), foi quem me ensinou a gostar de ler e sou eternamente grato a ela. Sou dedicada as minhas filhas, mas adoro os poucos momento em que posso desfrutar de paz e sossego. Diversão é reunir a família e os amigos e cozinhar para eles, enquanto conversamos, assistimos alguns filmes ou batalhamos no RPG!

Você Pode Gostar

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: