Resenha “Maluca por você”, de Rachel Gibson

Maluca por você Book Cover Maluca por você
Rachel Gibson
Ficção, chick-lit
Jardim dos Livros
1 de August de 2014
Físico
120

Um charmoso policial acaba de chegar à cidadezinha de Lovett, no Texas. Seu nome é Tucker Matthews. Tudo o que ele quer é um pouco de sossego e um lar pra chamar de seu. Seu e de Pinky, sua gatinha de estimação, deixada com ele por uma ex-namorada louca. Mas parece que Tucker tem sorte (ou azar) para mulheres doidas. Sua nova vizinha é ninguém menos que Lily Brooks, ou, a Maluca Lily Darlington, famosa na cidade pelos excessos do passado, como quando entrou com o carro dentro do escritório do ex-marido cretino. Fofocas à parte, Tucker não imaginou que no lugar da suposta barraqueira fosse conhecer uma baita mulher em seus trinta e oito anos, linda, inteligente, sexy e engraçada, que irá virar sua cabeça do avesso. Maluca por você é um romance apimentando e divertidíssimo! Você não vai conseguir parar de ler!

 

Aquele clichê que você ama, aproveita e ri um bocado.

Enredo:

Lilly tem 38 anos e tem seu próprio Spa, sofreu no passado por ter sido enganada por seu ex mas saiu desse relacionamento com um filho que ela ama mais que tudo e sempre faz questão de demonstrar isso, afinal seu ex não faz muita questão do filho.
Lilly tem fama de maluca, digamos que sua fama está correta, normal ela não é muito, mas ultimamente tem melhorado.
Tucker é um policial de 30 anos que chegou recentemente na cidade, ele era do exército porém saiu por estar cansado e queria mudar um pouco sua vida com a namorada, mas parece que ela só o amou enquanto era do exército e o largou deixando apenas sua gatinha para ele.
Eles se conheceram não de uma forma muito amistosa, porém logo depois descobriram que eram vizinhos e a convivência foi inevitável. Tucker começou a brincar com filho de Lilly, no início era mais para fazer um acordo com o menino para poder ter horas de sono em paz, depois ele foi conquistado pelo garoto.
O garoto não foi o único a conquistar Tucker, logo se viu atraído por Lilly e percebeu que o sentimento era recíproco. O problema era que ela tinha medos que aos seus olhos tinham fáceis soluções mas para os dela, não.
Lilly foi muito machucada no passado, tinha medo pelo filho, receio dele sofrer ou ser zuado na escola por causa de um possível namoro entre sua mãe e um cara mais novo, ela não se importava com o que os outros pensavam, mas temia por sua segurança pelos pensamentos atrasados das pessoas.

Narrativa:

A narrativa é na terceira pessoa, não sou muito fã desse tipo de narrativa, mas estou começando a me acostumar. A autora escreve de uma forma bastante leve e também divertida e não da para largar esse livro mesmo que queira, na verdade você não vai querer.

Destaque:

Sim, ele é um clichê que segue a receitinha do bolo de “não posso mas quero, não devo mas farei” e por aí vai. Porém é um clichê bem fundamentado, os medos da parte de Lilly são justificados e isso torna o livro real, que poderia acontecer com qualquer um.

Minha opinião:

O livro faz parte de uma série (Lovett, Texas), não existe necessidade de ler todos ou em ordem, pois são livros distintos, Maluca por Você é o segundo volume da série.
É um livro curto de apenas 113 páginas, talvez por inicialmente querer fazer uma série, ela tenha feito livros curtos e não quis se aprofundar MUITO nos livros, conhecemos bem pouco do passado dos personagens e pelo menos o de Tucker acho que teria sido bem interessante investir.
Mesmo sendo um romance curto e eu tendo sentido falta de mais detalhes no livro é um romance que eu recomendo, um clichê amorzinho que tem fundamentos para fazer sentido e se você quer algo assim e procura uma leitura rápida ele é perfeito para você.
Apesar de achar que os personagens poderiam ter sido mais desenvolvidos, a escrita da autora é muito boa e só deixou esse ponto mesmo a desejar. Me interessei por ler os outros livros da série e por mais que tenham dito que não existe necessidade de ler na ordem vou tentar segui-la.

Thami Cheble

Gosto muito de ler! Tenho costume de me colocar no lugar do personagem pra entender melhor ainda o que ele sente, e se me ver rindo igual louca quando estou lendo não ligue, isso é normal mas, se me ver chorando nem pergunte! Não interrompa minha leitura.

Você Pode Gostar

  • Bia

    Amei a resenha, Thamiiiii <3

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: