Resenha “Golem e o Gênio”, de Helene Wecker

Golem & O Gênio Book Cover Golem & O Gênio
Helene Wecker
Friendship
2015
514

"Realidade e magia neste aclamado livro de fantasia histórica. Os confrontos e as barreiras vividas por duas culturas tão próximas, ainda que aparentemente opostas. Em Golem e o Gênio, premiado romance fantástico que a DarkSide Books traz ao Brasil em 2015, o leitor se transporta à Nova York da virada do século XX, em uma viagem fascinante através das culturas árabe e judaica. Seus guias serão poderosos seres mitológicos. Chava é uma golem, criatura feita de barro, trazida à vida por um estranho rabino envolvido com os estudos alquímicos da Cabala. Ahmad é um gênio, ser feito de fogo, nascido no deserto sírio, preso em uma antiga garrafa de cobre por um beduíno, séculos atrás. Atraídos pelo destino à parte mais pobre de uma Manhattan construída por imigrantes, Ahmad e Chava se tornam improváveis amigos e companheiros de alma, desafiando suas naturezas opostas. Até a noite em que um terrível incidente os separa. Mas uma poderosa ameaça vai reuni-los novamente, colocando em risco suas existências e obrigando-os a fazer uma escolha definitiva. O romance de estreia de Helene Wecker reúne mitologia popular, ficção histórica e fábula mágica, entrelaçando as culturas árabe e judaica com uma narrativa inventiva e inesquecível, escrita de maneira primorosa. Golem e o Gênio foi eleito uma das melhores fantasias históricas pelo Goodreads e ganhou o Prêmio da VCU Cabell de Melhor Romance de Estreia." -- goodreads.com

Minha mente sobreviveu a essa leitura sem muitos danos, mas confesso que vai demorar para ela voltar ao normal e aceitar outras diferentes dessa. QUE AVENTURA.

Enredo:


O livro se divide em dois personagens principais, que – inicialmente – têm vidas distintas, mas o acaso vai juntando os dois.
Chava, é uma Golem que foi criada a pedido de Otto Rotfeld, pois queria uma esposa. Ele iria para Nova York logo após a criação de sua Golem e foi aconselhado a despertar ela somente depois que estivesse em terra, por precaução, para o caso dela não saber se comportar em um barco.
Otto, muito desconfiado, resolveu não esperar sua viagem chegar ao fim, despertou sua Golem, mas teve pouco tempo para aproveitar já que ficou muito doente e faleceu antes mesmo de chegar em Terra. Com a morte de seu mestre, Chava encontrou muitas dificuldades de como agir e sobreviver já que não tinha a quem obedecer, foi quando encontrou um Rabi que reconheceu o que ela era e resolve virar como se fosse um guia e guardião.
Nosso segundo personagem principal surge quando Arbelly, um funileiro, recebe uma encomenda para consertar uma garrafa. Ele se surpreende quando descobre que, na verdade, quebrou o feitiço que prendia um Djim na garrafa. Com o nome de Ahmad ele começa a conhecer a cidade onde despertou, tenta de todas as formas descobrir o porquê está preso em uma forma humana e de ter ficado preso na garrafa, sua última memória é apenas de uma ave no deserto.

“Golem é um dos mais fascinantes mitos judeus. É feito de barro à imagem do homem, tendo como propósitos a proteção da comunidade judaica e a realização de trabalhos braçais.”

Djim é um gênio que pertence a cultura Árabe.
“Na tradição e folclore árabes, entidade de poderes superiores aos humanos e inferiores aos dos anjos; gênio, espírito, demônio.”

Narrativa:


A narrativa é na terceira pessoa, não sou muito fã desse tipo de narrativa, porém acho que foi a melhor para esse livro. Ele é um livro complexo e que você precisa ler com atenção, então esse tipo de narrativa acaba sendo mais descritiva e agregando mais informações.
A característica principal da narrativa do livro é intensidade e a quantidade de detalhes fornecidos. Você não deve esperar ser parecida com nenhuma outra.

Destaque:

O LIVRO.
Não sei se posso dizer que o destaque do livro é o livro, então vou tentar separar os destaques, ok?

*Me surpreendi ao pesquisar a autora e descobri que é o primeiro livro dela. COMO ASSIM MULHER? Esse nível todo, essa criatividade e esse tudo no seu primeiro livro? Quero mais. (estou fazendo bico).

* O livro tem duas mitologias, vamos dizer, elas se fundem perfeitamente sem confundir nada.

*O livro é tão bem amarrado que está difícil falar as coisas aqui sem dizer um spoiler MUITO grande.

*Assim como o livro, a diagramação e capa são de tirar o fôlego.

Minha Opinião:


Esse foi um dos poucos livros que realmente me deixou sem palavras, e olha que falo MUITO, estou realmente tendo sorte com minhas últimas leituras. Se um dia eu encontrar a autora (custa nada sonhar), direi: “Mulher, eu te amo” kkkkkkkk
Brincadeiras a parte, vou tentar expressar em palavras o que senti ao ler esse livro:
O livro me gerou diversas curiosidades e ao mesmo tempo ia explicando cada uma delas, quando disse que é um livro complexo é porque ele é tão, mas tão detalhista que qualquer distração que você tenha irá se perder. Isso não é uma característica ruim, mostra que foi um livro bem trabalhado e pesquisado também para poder ser escrito.
Como os donos do Casal brincam, eu sou muito fominha em relação a livros, principalmente quando gosto, porém esse foi totalmente ao contrário! Dediquei todo meu tempo e paciência a uma leitura calma na qual eu viajei e imaginei cada detalhe. Surpreendi-me em vários momentos e amei praticamente todos, até mesmo os das dificuldades e momentos tristes.
Uma coisa que ainda estou pensando é referente ao subtítulo do livro “ Uma fábula eterna”, ela dá mais de uma interpretação. A minha interpretação é que no final ela deixa bem claro que a vida dos personagens do livro continuará sendo algo incomum e que daria várias outras histórias, afinal eles são quase imortais.
 Os personagens principais seguem rumos diferentes no início e quando se encontraram, eu imaginei que apenas iam dividir seus problemas e frustrações, mas novamente eu estava errada a respeito de algo que pensei desse livro e me surpreendi de forma positiva.
Na descrição eu não mencionei o famoso vilão que tem em todas as histórias, então vou lançar um desafio, tente descobrir quem ele é antes da metade do livro.
O livro em um todo não teve muita ação, mas quando o vilão surge mostrando que ele realmente é o vilão, fiquei tão apreensiva que só faltei realmente devorar minhas unhas e o livro.
 Indico e muito essa leitura e boa viagem a esse universo.

 

Thami Cheble

Gosto muito de ler! Tenho costume de me colocar no lugar do personagem pra entender melhor ainda o que ele sente, e se me ver rindo igual louca quando estou lendo não ligue, isso é normal mas, se me ver chorando nem pergunte! Não interrompa minha leitura.

Você Pode Gostar

  • Bia

    Amei a resenha, Thami!! Como sempre, você arrasa e me deixa com vontade de comprar os livros <3

    • Thamirys

      MUITO obrigada <3
      Esse livro é perfeito.

  • Alexandre Ivo

    a capa já me ganhou

    • Thamirys

      Ele é todo perfeito, começando pela capa

  • ericorobert

    Estou super curioso pra ler. Amei essa capa. Parabéns!

    • Thamirys

      obg tio ^^

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: