Resenha “Ensina-me a viver”, de Thais Benício.

Ensina-me a viver
Ensina-me
Thais Benício
351

Nicholas Hoffman é um homem acostumado a uma vida repleta de mulheres e tudo o que o dinheiro pode trazer. Ele saiu de Nova Iorque muito jovem para seguir seu sonho de ser fisioterapeuta, abandonando seus traumas do passado. Apesar da vida aparentemente sob controle, a dor que experimentou com o amor fez com que Nicholas se fechasse completamente aos relacionamentos amorosos… até que ele conhece a meiga e inexperiente Ellen; uma garota que o deixa obcecado desde o primeiro encontro. Incapaz de se manter longe dela, Nicholas se coloca como seu defensor, e uma amizade surge entre eles. Mas o desejo incontrolável que sentem um pelo outro, e a chegada do antigo amor de Nicholas na cidade coloca-os em uma situação em que terão que decidir se realmente podem ser apenas amigos ou se haverá algo mais entre eles.

Nicholas Hoffman é um retrato perfeito de um cafajeste: rico, sedutor, dono de uma pequena fortuna, carros e casa em Miami, além de ter uma mulher diferente a cada dia. Uma vida vazia, regada a prazeres carnais. Mas ao conhecer a misteriosa Ellen, Nicholas sente novamente sentimentos que ele havia enterrado dentro de si.

Enredo

Nicholas tinha tudo o que um homem poderia desejar: é rico, herdeiro da fortuna dos Hoffman, carreira de sucesso, casa e carros em Miami e as mais belas mulheres que quisesse a qualquer hora do dia. Ele tem uma regra de ouro: jamais transar com uma mulher mais do que duas vezes. Enfim, o retrato de um perfeito cafajeste. Porém, ao ir ao lugar preferido da cidade, um bordel, Nick se depara com a bela e inocente Ellen. Ele pensava que ela seria somente mais uma virgem em seu menu, mas a garota carrega uma áurea de mistério que desperta em Nick sentimentos que ele jurou enterrar dentro de si.

É essa paixão avassaladora por Ellen que faz com que Nicholas tenha a dura missão de encarar seu passado amargo e conviver com antigos fantasmas. Ainda mais quando sua ex-noiva, Ada, reaparece para atrapalhar sua relação com Ellen e assombrar novamente sua vida.

 

Capa do Livro. Tem uma textura de revista.

Capa do Livro. Tem uma textura de revista.


Narração

“Ensina-me a Viver” é narrado em primeira pessoa por Nicholas Hoffman. Nos primeiros capítulos, vemos a vida prazerosa e sem maiores compromissos de Nick, até o momento que ele conhece Ellen. Apesar de Nicholas dizer que tem um passado negro, ele mantém os detalhes ocultos até o final do livro, o que deixa o leitor com vontade de saber o que será que aconteceu ele e porque ele se recusa tanto em assumir um compromisso sério com Ellen.

 

Contra capa do livro. Destaque para a classificação +18 anos na parte inferior.

Contra capa do livro. Destaque para a classificação +18 anos na parte inferior.


Destaque

É comum em romances hot termos apenas o ponto de vista de protagonista feminina, mas vez ou outra, trechos ou alguns capítulos mostrando o ponto de vista do protagonista masculino. Em “Ensina-me a Viver”, todo o livro é o ponto de vista de Nicholas, desde a sua vida de cafajeste em Miami no bem-bom, a obsessão por Ellen até a revelação do seu passado com Ada. É difícil uma autora retratar a mente de um homem (por mais simplórios que pareçam, nem todos são iguais), mas a narrativa criada por Thaís Benício para o personagem Nicholas Hoffman é bem verossímil.

 

Folha de rosto. Olha, que casal…

Folha de rosto. Olha, que casal…


Minha Opinião

Narrar o ponto de vista masculino é difícil e quase sempre é preciso apelar para clichês ou alguns pré-conceitos em relação a masculinidade do universo feminino. Nicholas Hoffman é tudo o que se espera de um “garanhão”: é mulherengo, playboy e não liga para relações mais duradoras, apenas sexo por sexo e só. Sem falar que pertence a uma família riquíssima e poderosa, teve tudo do melhor desde sempre e tem o luxo de poder fazer a universidade que sempre quis, apesar de entrar em conflito com seus pais, mas tem o apoio incondicional do seu avô. Porém, Nicholas Hoffman tem um passado bem dramático, como o começo do prólogo, que já mostra a tensão e o drama que a trama possui. Em suma, o comportamento mulherengo de Nick não nos inspira simpatia logo no começo da trama.

Ellen, logo na sua primeira aparição, é um tanto confusa para o leitor. Uma garota de 18 anos que veio do campo para a cidade grande em busca de seu cavalo, Tyler, e após se envolver em confusões com bandidos, vai parar em prostíbulo, sendo que ainda é virgem. E é logo dada ao frequentador assíduo do lugar, Nicholas, que só pensava que Ellen seria mais uma transa fácil em seu currículo de pegador incrível. Mas não foi tão fácil. A inocência de Ellen desarma Nick, que desiste de transar com a garota ao ver que ela está machucada. Em vez disso, encaminha Ellen para o seu melhor amigo e médico, Robert, para tratasse de seus ferimentos e assim, pudessem fazer sexo sem que a garota sentisse dor. Mas quando Ellen some e reaparece novamente ferida, a obsessão de Nicholas desperta. Contrariando suas próprias regras, Nicholas leva Ellen para sua casa e cuida dela, mas desejando seu corpo a todo momento. Ellen também se sente atraída por ele, mas a resistência dele querer um relacionamento sério e também a fama com metades das mulheres de Miami faz com que a garota queira apenas amizade. Mas estamos falando de romance hot. O “acordo de amigos” não dura nem um capítulo e logo os dois começam a transar. O erotismo é bem forte e presente em todo o livro, mas não chega a ser obsceno e nem desconfortante.

A química dos dois protagonistas é boa, mas o ciúme excessivo que Nick tem por Ellen chega a incomodar em alguns pontos. A garota não é um objeto para tomar posse. E como sou feminista, esses trechos de machismo chegam a irritar. Mas o Nicholas não é um completo canalha. Fisioterapeuta, Nick participa de uma ONG que ajuda crianças carentes e decide cuidar de um garoto que possui autismo. Esses trechos em que ele se empenha para ajudar o menino foram muito bons e interessantes, não se concentrando apenas no relacionamento do casal principal. E por mais cafajeste que seja, se importa com seus amigos e cuida das pessoas por quem tem amizade. E há também o passado conturbado de Nick com sua ex noiva, Ada, que aparece para assombrar a vida do rapaz. O mistério que envolve os dois aumenta dá tensão e drama ao enredo e a revelação do passado de Nicholas e Ada é chocante.

Ellen é tanto confusa na história, algumas vezes muito ingênua, outras bastante forte e decidida. Porém, só veremos o seu lado mais profundamente no segundo livro da série. Um ponto a favor da história, como disse mais acima, é que “Ensina-me” a viver não foca somente em Nick e Elle, os personagens secundários, como Robert ou Oliver, avô de Nick, são bem construídos e são importantes na sustentação da trama. Uma crítica forte não é em relação a história e sim a erros de digitação e diagramação. Vi alguns erros bem grosseiros, que mesmo que não interfira na leitura, chegam a incomodar. Porém, na contracapa há indicação para maiores de 18 anos, o que é muito válido, pois a narrativa contém cenas pesadas e linguajar forte. Mas nada que desmereça o enredo. Quem adora romances hot vai adorar “Ensina-me a Viver”!

 

Um dos erros de edição que encontrei pelo livro.

Um dos erros de edição que encontrei pelo livro.

 

A autora, Thaís Benício

A autora, Thaís Benício

Sinopse Oficial

Nicholas Hoffman é um homem acostumado a uma vida repleta de mulheres e tudo o que o dinheiro pode trazer. Ele saiu de Nova Iorque muito jovem para seguir seu sonho de ser fisioterapeuta, abandonando seus traumas do passado. Apesar da vida aparentemente sob controle, a dor que experimentou com o amor fez com que Nicholas se fechasse completamente aos relacionamentos amorosos… até que ele conhece a meiga e inexperiente Ellen; uma garota que o deixa obcecado desde o primeiro encontro. Incapaz de se manter longe dela, Nicholas se coloca como seu defensor, e uma amizade surge entre eles. Mas o desejo incontrolável que sentem um pelo outro, e a chegada do antigo amor de Nicholas na cidade coloca-os em uma situação em que terão que decidir se realmente podem ser apenas amigos ou se haverá algo mais entre eles.

 

Ficha Técnica

Autor: Thais Benício

Título: Ensina-me a viver

ISBN:   978-85-92596-23-1

Selo: Editora Angel

Ano: 2016

Edição: 1

Número de páginas: 351

Classificação: 18 anos

Gênero: Drama, Romance

Preço sugerido: R$ 39, 90

Tainá de Oliveira

Sou Tainá de Oliveira, carioca da gema e tipicamente ariana! Rata de livraria, meu vício em livros começou já no berço. Jornalista, sonho em escrever livros tão bons quanto os que leio e que possam encantar crianças e adormecer adultos!

Você Pode Gostar

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: