Resenha Dupla “A Noite dos Mortos-Vivos”, de John Russo

Materia-A-Noite

O romance baseado no filme de George Romero “A Noite dos Mortos-Vivos” fez minha tensão subir a nível estratosféricos, que coisa agonizante, cruzes! E devo confessar que o segundo livro mostrou muito mais interessante que o primeiro. A “Volta dos Mortos-Vivos” virou meu xodózinho.

Enredo:

“A Noite dos Mortos-Vivos”

Os irmãos Johnny e Bárbara estão indo visitar o túmulo do seu pai em uma zona rural distante da cidade grande e chegando lá são atacados por um senhor todo esfarrapado, extremamente violento e forte. Johnny acaba falecendo com o ataque e Barbara consegue fugir e se esconder em uma espécie de fazenda.
Na casa, conhece Ben que já vem lutando com as pessoas enlouquecidas e se inicia uma luta pela sobrevivência em meio ao caos, desespero. Barbara está em choque e o foco do livro passa a ficar em Ben.
Descobrimos que os mortos estão voltando à vida e ninguém sabe o porquê daquilo estar acontecendo. O governo por meio da TV, pede para que todos permaneçam em suas casas e que não tentem lutar contra as criaturas.

A-Noite-dos-Mortos-Vivos-1968-3

“A Volta dos Mortos-Vivos”

No segundo livro vemos a situação por um ângulo mais maduro, afinal de contas 10 anos se passaram desde os primeiros ataques e a população se vira da melhor forma possível evitando maiores ataques, mais infelizmente para alguns, isso não passa de histórias, loucuras religiosas.
A nova ordem é perfurar os crânios dos mortos para que estes não voltem, mas como nem tudo são flores, algumas pessoas se mostram muito resistentes a fazer o que é certo e resolvem agir por elas mesmas. Assim, a loucura zumbilesca volta com força total.
Não vou me ater a nenhum personagem aqui, porque o mínimo que falar sobre eles, seria um spoiler, então deixo para você, querido leitor, desfrutar e descobrir a loucura que é esse segundo enredo.

NoiteVivosBibliotecaDoTerror

Narrativa:

Os livros são contados em terceira pessoa, ambientando bem o leitor, e provocando aquela aflição pela situação. Em certos momentos fiquei tão tensa lendo que saltava de susto quando algo dentro de casa fazia barulho! (Ara paranóica!)

Destaque:

A Diagramação está linda, DarkSide está de parabéns! Contêm imagens do filme, com pequenas ilustrações em suas páginas. (lindo demais, meu povo)
A forma como tudo é contado também é um destaque, e o final dos dois livros são surpreendentes.

Opinião:

Por incrível que isso possa parecer, não tinha assistido esse filme e só vim tomar conhecimento do livro por conta da DarkSide. Não me arrependi em embarcar nessa leitura tenebrosa e aflitiva. Foi uma experiência legal ler o terror num tempo tão distante do nosso, vendo as dificuldades os personagens de comunicação e perceber o comportamento bizarros de alguns.
Livro maravilhoso, merece ser lido, pra quem curte Zumbi é uma ótima pedida. E nada mais gratificante em ler algo que revolucionou na época e serve de exemplo até hoje nesse mundo zumbilesco.

mortos-vivos_capa_brochura

Sinopse

A DarkSide® desenterra mais um clássico do terror e vai direto na fonte: A Noite dos Mortos-Vivos, considerado uma das maiores obras-primas do gênero e um livro obrigatório para os fãs de The Walking Dead, Resident Evil, Orgulho e Preconceito Zumbi e tudo aquilo que englobe os carismáticos comedores de cérebros.

Se hoje os zumbis estão em alta é porque, em 1968, George Romero e John Russo se reuniram para escrever o roteiro de A Noite dos Mortos-Vivos e mudar a história do cinema. O filme revolucionou o mito sobre as criaturas que voltavam do além: as superstições vodus das velhas produções B deram lugar à epidemia de fome canibal nas ruas norte-americanas. Criaturas similares já haviam aparecido antes nas telonas, mas foi em A Noite dos Mortos-Vivos a primeira vez em que foram retratados como uma praga devoradora de carne humana.

O próprio John Russo (que também atua no clássico de 1968 como um zumbi) adaptou a história do filme neste romance que a DarkSide® traz para o Brasil. A Noite dos Mortos-Vivos inclui ainda uma surpresa para os leitores: o texto integral da sequência do clássico, que nunca chegou a ser filmada, chamada de A Volta dos Mortos-Vivos (não vai confundir com a comédia trash de 1985, que também contou com Russo no time de roteiristas). Depois de 45 anos, finalmente é publicado no Brasil o romance do filme que marcou gerações.

Ficha Técnica

Título: A Noite dos Mortos-Vivos
Autor: John Russo
Tradutor: Lucas Magdiel
Editora: DarkSide®
Edição:
Idioma: Português
Especificações: 320 páginas (estimadas)
Dimensões: 14 x 21 cm
ISBN: 978-85-66636-21-5 (Brochura)

Ara Robert

Sou viciada em leitura, games, RPG, séries, filmes, gatos, nas minhas filhas e maridão. Meus melhores amigos são meu maridão, minhas filhotas e mami. Sou do tipo que quando ler se apega aos personagens e quando eles morrem eu choro, quando eles são horríveis fico com ódio.

Você Pode Gostar

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: