Resenha “Deus do Submundo”, de Gisele Souza

Deus do Rock Book Cover Deus do Rock
Gisele Souza
2016
303

O amor seria capaz de suportar a maldição do tempo?

Desde o início dos tempos, deuses e imortais foram presenteados com poderes capazes de incitar guerras e vencer os fios do destino. Três irmãos foram fadados aos maiores poderes que a humanidade já havia visto. Seriam seres divinos e indestrutíveis se não fosse a ganância pelo poder.
Com a alma marcada pelo sangue dos condenados, Hades, o deus do submundo, viveu sua vida cercado de escuridão e maldade. Traído por seu irmão, que lhe tirou tudo, até mesmo a única mulher que amou, o príncipe das trevas jurou vingança e a buscou a qualquer custo.
Capaz de fazer o que precisasse, a cada ato de maldade ele manchava ainda mais sua alma para alcançar seu objetivo de destruir Zeus. Cego pelo orgulho, aguardava a chegada de sua mulher que estava a caminho do inferno para libertá-lo. Só que Hades era um homem muito rancoroso para aceitá-la de volta.
Com a ameaça de Cronos pairando sobre suas cabeças, Hades precisará juntar forças para destruir qualquer um que se interpuser em seu caminho.
O segundo livro da trilogia trará uma história de poder, força, amores, mágoas e muita mitologia grega.

Depois de uns calmantes, de quase ter um surto psicológico, de ter meu coração testado eu terminei a leitura desse livro maravilhoso.

 

Enredo:

 

“Meu nome é Hades, sou filho de Cronos e Reia. Um ser temido, venerado, derrotado e castigado. Em minhas veias correm lavas de ódio e em meu coração só me resta a dor. Não tenho sentimentos bons, sou o príncipe das trevas, sou o rei das sombras, sou o deus do submundo.”

 

No segundo livro dessa coleção conhecemos melhor Hades, no livro anterior tivemos uma pequena amostra dele mas nada comparado a experiência desse livro.

CASO NÃO TENHA LIDO O LIVRO ANTERIOR PARE AQUI, TERÁ SPOILER DO PRIMEIRO LIVRO.

Para entender um pouco melhor esse livro vou explicar o final do anterior, ok?  Hades foi condenado a viver somente no submundo porém conseguiu dar umas escapadinhas e conheceu Yasmin, uma mulher linda a qual ele dividiu sua alma. Zeus como um grande idiota (para não falar outra coisa), assim que descobriu fez Yasmin acreditar que tinha sido abandonada, porém Hades acreditava que ele tinha feito ela se esquecer  dele e guardava um grande rancor, afinal se ela o amasse muito iria acabar se lembrando.

“Ele jogou sobre meu coração a maldição de saber que ela não se lembrava de tudo que vivemos, que não se importava o bastante para ao menos sentir minha falta, que não me amava como achei que amasse.”

Anos se passaram e depois que a maldição de Apolo e sua amada foi quebrada no submundo, eles ajudam a quebrar a maldição de Yasmin, não pense que foi fácil a partir daí, ela teve que ir buscar Hades no submundo e ele ainda guardava muito rancor por tudo que passou achando que ela não o amava. Ele não facilita em nada, a faz se sentir mal e culpada o tempo inteiro ,ao mesmo tempo fica impossível resistir a mulher que deseja.

Mesmo com a maldição quebrada ele não da o braço a torcer e fica em constante dúvida do que fazer em relação a sua amada, se não bastasse isso, ele também é fundamental contra Cronos e Zeus, ele é o único que pode pegar a chave do tempo que destrói Cronos e salvar o mundo.

Hades mostra todo seu lado sombrio, mas também mostra que não foi totalmente corrompido pelas trevas igual fala. Yasmin se mostrou mais forte do que podíamos imaginar, o romance dos dois passa por várias fases até tentar um recomeço. Adriano, filho do casal começa a aparecer um pouco mais e tem um papel muito importante na vida dos pais, só é complicado de aceitar.

“A vida é como um concerto de rock, quando as luzes se apagam e quando a guitarra soa alto, a bateria entra em compasso, a canção começa e tudo entra em seu devido lugar, mas quando as cortinas se fecham é quando começa o verdadeiro show.”

Narrativa:

Seguindo o padrão continua na primeira pessoa, em sua maioria na versão de Hades e Yasmin. Também encontramos alguns capítulos na versão dos outros personagens que nesse livro são secundários.
A narrativa desse livro foi puxada um pouco mais pro drama, o casal principal junto com os outros personagens estão passando por muitas dificuldades, o que é normal nesse mundo dos deuses.

Destaque:

Eu achei que o último livro a autora tinha sido ousada, mas nesse ela se superou! Teve criação de novos mitos, deuses e mais profecias.
O que tem me impressionado bastante, além do que já citei, é que no mundo dos deuses tudo vai por muito interesse e os principais personagens desses livros não se ajudam por isso.  Um novo conceito ou talvez evolução dos deuses.

 

Minha Opinião:

Quando falei no começo que  precisei de calmantes e meu coração foi testado não foi brincadeira. Eu sofri, chorei, me revolte, amei… Foi aquele verdadeiro caso de amor e ódio. Não foi ódio ao livro e sim, aos acontecimentos que davam vontade de arrancar os cabelos.

Quando você pensa no Hades pensa sempre nas piores coisas, mas você acaba se apaixonando pelo personagem e até mesmo sentido pena por ele ter passado tantos momentos sombrios.

Amei o fato do livro não somente tratar do relacionamento dos dois, fala em relação a uma guerra que acabam travando e leva um pouco de ação ao livro. Nas dificuldades até uma pausa dessa jornada revelou também o caráter dos personagens, de como se preocupam com os outros além de si.

Hades é muito intenso ao contrário de Yasmin, Adriano puxou muito ao pai e percebemos isso muito mais nesse livro. Com toda essa intensidade nos conquista e faz desejar um livro somente dele (E VAI TER UHUUUUL).

Da para perceber o trabalho que a autora teve com esse livro, com certeza teve muita pesquisa e sua evolução é notável, ela conseguiu superar ela mesma que eu já achava ótima.

Um livro que quebrou as regras, nada de receita de bolo pros deuses da Gisele, eles vieram para surpreender e fazer você se apaixonar! O amor continua, sem deixar de lado os mistérios e dificuldades do deuses e semideuses.

Esqueçam tudo que aprenderam dos deuses e embarquem com a mente aberta nesta maravilhosa leitura.

 

Obs: Assim que Hércules apareceu eu percebi que eu não servia para ele, ele nunca deixará de amar a dona de sua alma ( não posso contar mais, leia que entenderá). No meio dessa bad por perder meu crusk apareceu Adriano mostrando como realmente é, foi inevitável meu coração bater mais rápido e um amor nascer. Eu esperarei até você se encontrar e viver o que tem para viver antes de vivermos o nosso amor. <3

 

Nota para a autora:

 

Já está meio óbvio que estou apaixonada por seus livros né? Mas queria deixar esse recadinho mesmo assim.
Você está conseguindo fazer a mitologia de uma forma que eu não imaginava e que torna uma leitura obrigatória para quem ama esse gênero, está realmente de parabéns. Seus personagens estão me conquistando cada dia mais, Adriano virou meu Crush oficial kkkkkkk. Da até para imaginar como seria o filme desses deuses, é muito amor.

Agora é ficar em depressão literária até os próximos…

 

 

Thami Cheble

Gosto muito de ler! Tenho costume de me colocar no lugar do personagem pra entender melhor ainda o que ele sente, e se me ver rindo igual louca quando estou lendo não ligue, isso é normal mas, se me ver chorando nem pergunte! Não interrompa minha leitura.

Você Pode Gostar

  • Gii Souza

    Senhoooooorrr, como me recuperar depois dessa resenha? Thami, você simplesmente ilustrou tudo que quis passar nesse livro. Eu tentei fazer o meu melhor para escrever Hades e fico muito, mas muito mesmo, feliz em saber que consegui pelo menos um pouco. Obrigada, obrigada, obrigada. Sem palavras pra te agradecer, sério! Cara, muito obrigada mesmo. <3

    • Thamirys

      Com certeza fez o melhor, eu amei MUITTOOOOOOOOO.
      Fico muito feliz de ter gostado da resenha, eu que agradeço muito por esse livro maravilhoso.

  • Bia

    Mega ansiosa pra ler esse livro!! Amei demais a resenha <3

    • Thamirys

      Obg Bia * —* Você vai amar esse livro

  • ericorobert

    Gosto muito desse universo de mitologia, resenha muito boa, ela conseguiu me instigar. Parabéns Guria.

    • Thamirys

      Obrigada, conhecendo bem seu gosto vc vai adorar.

  • Resenha mais que perfeita Thami, gostei muito e com toda certeza lerei o livro.

    • Thamirys

      LEIA! Ele virou meu amor, meu xodó, meu tudo!!!

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: