Resenha “Como se casar com um Marquês”, de Julia Quinn

Como se casar com um marquês Book Cover Como se casar com um marquês
Julia Quinn
Fiction
Editora Arqueiro
1 de September de 2017
320

“Julia Quinn é a rainha dos romances de época.” – Goodreads Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa. Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquês na biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa. Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual. É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente... Elizabeth Hotchkiss. Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada. Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.

 Resenha por: Anne Karolyne “Blog Alfas Literárias”
Colaboradora Aficcionada

Enredo: 

Um clichê bem construído é um clichê de sucesso. Elizabeth é uma jovem idealista, corajosa e muito amorosa e se vê tendo que arrumar um marido rico para não perder a guarda dos irmãos. Eis que em suas arrumações ela acha um livreto com o título “Como Agarrar um Marquês” e disposta a tudo, ela resolve por em prática todos os ensinamentos lidos e aprendidos no livro. James se vê enredado e intrigado com a jovem e sonhadora Elizabeth, e se dispõe a ajudar a jovem em sua empreitada.

Narrativa:

Livro em terceira pessoa como todos da Julia Quinn.

Destaque:

Não poderia ser diferente, o destaque do livro é nossa escandalosa e fora do padrão Lady Danbury, que contem o coração maior que sua boca. Eu tenho certeza que o lema dela é “não sou baú”. Uma informação muito legal é que ela é uma senhora no livro “Um beijo Inesquecível” dos Brigicks mas, os agentes da coroa foram escritos antes e lançados aqui no Brasil depois.

 

Minha Opinião:

Estou encantada, melhor livro da série até aqui. O que faltou no primeiro livro sobrou nesse, suspiros de satisfação, uma história inesquecível, sensível, romântica e muito divertida. Eu dei gargalhadas altas com o gato peralta de Lady Danbury. Toda vez que Malcon apareceu foi risada garantida. Elizabeth é a mocinha das mocinhas, ela torna a leitura mais fluida e prazerosa, ler suas nuances no livro foi maravilhoso. James, que deixou saudades no primeiro livro, nesse não deixou a desejar, e como um bom Marquês conquistador, foi o cavaleiro andante de armadura dourada para mocinha. É lindo ver um fanfarrão se render ao amor, leio mil vezes esse livro se deixar.

 

Você Pode Gostar

  • Thamirys

    Esses romances de época que prendem <3 Já quero,amei

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: