Resenha “A Caixa de Pássaros” de Josh Malerman

 

caixa-de-passaros-838x524

Enredo

Malorie, e suas duas crianças, que são sempre chamados de garoto e garota no livro, vivem dentro de uma casa com madeira nas janelas, panos cobrindo todos os vidros e portas e um grande medo no ar. Há cinco anos um fenômeno estranho se espalhou pela terra. Pessoas começaram a se matar e matar os outros. O motivo disso? Uma possível criatura, que ninguém jamais soube o que era, causa essa reação em qualquer pessoa viva. Ninguém é imune.

A história começa com Malorie em sua cozinha, pensando numa grande decisão que ela precisava tomar. Ela precisava ir para outro local com seus filhos. Aquela casa não era mais tão segura como um dia já foi. Mas como fazer isso? Num mundo onde não se pode olhar para fora, Malorie decide fazer essa viagem misteriosa para algum lugar a trinta e dois quilômetros de sua casa, com a promessa de encontrar paz. Uma viagem de trinta e dois quilômetros com duas crianças, olhos vendados, um ser capaz de matar os outros apenas pelo contato ocular e uma incerteza sobre o futuro, Malorie começa sua aventura dentro de um barco a remo rio abaixo, mas nada na vida é “tão fácil”.

 

Narrativa

Josh Malerman usa de uma narrativa simples e “aconchegante” em seu livro. Uma história narrada em terceira pessoa tendo dois tempos. O tempo atual onde Malorie e seus filhos viajam rio abaixo, e no passado, onde se inicia com Malorie descobrindo sua gravidez, e os “ataques” das criaturas começando, há cinco anos atrás.

O livro não usa e abusa de descrição de cenários, se tornando quase que personalizável a mente do leitor, mas em troca, detalhes de movimentação e atos de cada personagem fazem com que o leitor se torne parte da história.

Os personagens de “A caixa de pássaros” são marcantes. Seus nomes e modo de agir são facilmente gravados em sua mente. Ao longo da história poucos personagens nos são apresentados, afinal, num mundo onde as pessoas se matam e matam os outros, acaba por haver poucas pessoas, mas os poucos que aparecem são inesquecíveis, tendo cada um deles um modo diferente de ver o mundo, emoções e modos de agir diversos.

josh_malerman_10946

Destaque

O maior destaque que eu poderia dar a esse Thriller é a tensão criada dentro da história. Num mundo onde você pode morrer a qualquer momento, é quase impossível não estar tenso e com medo, mas ao longo de muitas histórias, acabaram por se tornar segundo plano esse ponto. Muitas histórias atuais não se preocupam tanto com o psicológico de cada personagem, e isso me cativou bastante.

Josh Malerman brinca com a sua mente, lhe causando aflições ao longo de toda a trama. Um exemplo disso é num dos capítulos onde nossos personagens precisam decidir se irão beber ou não uma água que pode ter entrado em contato com a criatura.

Outro destaque importante são dois nomes que todos precisam deixar sempre em sua mente enquanto lê: Don e Tom. No tempo onde Malorie ainda está grávida e os ataques começaram a pouco tempo, Maloria se junta a um grupo de outros moradores, onde os líderes são Don e Tom.

Don e Tom são a personificação total do que as pessoas são quando tudo pode dar errado no mundo. Não esqueçam esses nomes. Don e Tom!

whatsapp-image-2016-09-14-at-5-21-33-pm

Minha Opinião

Dar a opinião sobre um livro é bem difícil. Se leva em conta todo o seu lado crítico, onde sua mente e seu coração brigam numa infinita batalha de espadas para chegar numa resposta plausível.

“A caixa de pássaros” é um ótimo livro. Ele merece um espaço no coração de cada leitor. A ideia de existir algo ao lado de fora que deixa as pessoas loucas a ponto de virarem bersekes suicidas me deixou maravilhado e feliz.

Me apaixonei por Malorie durante a leitura. O modo que a Malorie atual e a Malorie do passado agem mostra o quanto as pessoas são capazes de mudar em situações drásticas, tanto para a bondade, quanto para a maldade. Os filhos de Malorie são um caso à parte da vida. Se em algum momento da história, Malorie falasse que o nome de seu filho era Matt Murdock, eu acreditaria, pois, aquelas crianças tinham os sentidos ampliados num nível surpreendentes, e possuíam apenas cinco anos!

Meu coração amou o livro, mas a minha mente está raivosa.

O livro possui pontas soltas propositais, coisas para instigar o leitor a pensar em possíveis respostas, mas nada parece fazer muito sentido. Depois que terminei de ler o livro, fui direto a internet procurar respostas sobre algumas coisas que não havia entendido, mas nenhuma delas foram respondidas. Nosso querido autor simplesmente não vai nos revelar, é proposital que você não saiba, mas algumas coisas podem chegar a lhe dar uma agonia.

Para concluir, quero falar sobre o final, mas não irei revelar o que é ele.

Imaginem um bolo. Um bolo gostoso de casamento, mas esse bolo de casamento tem uma cereja, e eu não gosto de cereja. Isso faz o bolo ser ruim? É sobre isso que é o final de “A caixa de pássaros”.

O final divide muitas opiniões. Muitos não gostaram, falaram que quebrou o ritmo que estavam seguindo, mas o final é bom. O final da história é como a cereja em cima do bolo, ele dá o toque final a toda a experiência, e assim, concluo a minha opinião sobre o ótimo livro que é “A caixa de pássaros” de Josh Malerman.

caixa-de-passaros-1

Sinopse

Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler.
Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.

Ficha Técnica

Título: Caixa De Pássaros
Autor: Josh Malerman
Editora: Intrínseca
Edição: 1
Ano: 2014
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 272 páginas
ISBN: 978-85-8057-652-8
Peso: 420g
Dimensões: 230mm x 160mm

Loki Kaenn

20 anos. Escritor amador e fanático por RPG, Cardgames e Boardgames. Alimentando o sonho de viver da literatura a cada dia

Você Pode Gostar

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: