Hana Yori Dango, um drama para você se apaixonar pela dramaturgia japonesa

Como venho falando somente de dramas coreanos ultimamente, muitas pessoas podem pensar “Os dramas da Coréia do Sul são os únicos que valem a pena?”

Bom, é verdade que a Coréia é a rainha dos dramas asiáticos, investindo em muitas produções de qualidade e ao mesmo tempo, mas meu objetivo nessa matéria é fazer vocês sentirem vontade de entrar em outros mundos, como eu fui influenciada a conhecer os Kdramas. (Eu era a garota chata que só assistia dramas japoneses no início e tinha preconceito com a Coréia do Sul, sad but true ;-; ). Então vem comigo dar uma conferida nesse drama que qualquer dorameiro não pode deixar de assistir.

*Eu comecei essa vida de dorameira com dramas japoneses, acho que com o mais conhecido por quem já assiste doramas a algum tempo, e um que fez um sucesso estrondoso em todo o mundo. Vocês sabem de qual eu estou falando certo? :3
Nosso querido Hana Yori Dango, baseado em um mangá japonês de mesmo nome, e que inspirou um remake Coreano (com personalidades bem ilustres, Lee Min Ho, Kim Hyun Joong, Gu Hye Sun),um remake Taiwanês, e até um americano (nem procurem saber, é horrível).
A partezinha abaixo foi tirada da Wikipédia a título de curiosidade pra vocês :3

Hana Yori Dango (花より男子, Melhor doces do que flores) é uma série de mangá do gênero comédia-romântica criada por Yoko Kamio, e publicada entre 1992 e 2003. É considerado o mangá shoujo (para meninas) mais vendido no Japão.

O nome vem do provérbio japonês “preferir doces a flores”. Em seu significado para a vida prática, o provérbio quer dizer que se deve prezar coisas úteis (como comida, neste caso o dango, um bolinho doce japonês) ao invés de coisas fugazes e românticas como flores. Mudando a leitura de kanji de ‘doces’ para ‘meninos’, Kamio também faz uma crítica a quem dá muita importância para o ideal romântico dos rapazes, exatamente o que faz toda a Eitoku Gakuen em relação aos F4, na história do mangá.

O mangá ganhou uma versão animada em 1996, com 51 episódios, um filme de curta metragem, com as personagens em uma história paralela, e uma novela dorama em 2006. Os direitos de Hana Yori Dango pertencem a Yoko Kamio, Shueisha, Bandai e Toei Animation.”

Então, sem mais delongas, vamos ao primeiro dorama (e um dos mais queridos) da minha listinha

Hana Yori Dango (“Melhor garotos do que flores”, primeira versão – Japonesa)

Hana Yori Dango é um dos doramas mais clássicos que existem, é aquele que eu assisti em 144p e mesmo assim me prendeu na frente do computador sem querer parar um episódio do início ao fim.

Primeira observação importante, assista o drama pela Makino Tsukushi (Geum Jan Di na versão coreana). Que garota maravilhosa, sério, é aquela pessoa que você queria ter como amiga pra sempre, em nenhum momento ela se deixa influenciar pelo dinheiro das pessoas que estudam com ela (os herdeiros mais ricos dos conglomerados do Japão), e o tempo todo ela é uma garota forte, decidida, e corajosa. E falando sério, a menina tem coragem viu, porque pra bater de frente com o senhorzinho do dorama (Doumyouji Tsukasa), só ela mesmo, aliás, era o destino eles se encontrarem, foi um dos casais mais shippaveis dessa minha vida de dorameira <3


Eu não bato sempre na cara de garotos,
Mas quando eu faço isso, eles se apaixonam por mim.

A MAKINO É MARAVILHOSA GENTE, SÉRIO.

E o F4 original, bom, o que dizer dos quatro garotos mimados com as famílias mais ricas do Japão?

Nada de ruim

De verdade…

(tirando no ínicio / dorama pré casal Makino-Doumyouji )

Essa é aquela amizade de infância cheia de amizade, cumplicidade e respeito, apesar de serem pessoas bem diferentes, eles conseguem o tempo inteiro mostrar que são a família um do outro, porque como já sabemos (ocorre muito na Ásia, você pode ver essa relação o tempo inteiro em diversos doramas) os filhos de famílias ricas tem sua vida pré determinada, amizades, faculdade, casamento, e acabam vivendo uma vida de mentiras baseadas em dinheiro, mas o que pode nos deixar felizes (de verdade :3) é que apesar dessa amizade ser meio forjada e óbvia desde que os 4 eram crianças, eles completam um ao outro o tempo inteiro, são uma verdadeira família construída com respeito, esforço e admiração. (Vocês vão perceber como as famílias de sangue dos meninos são realmente detestáveis, posso me atrever a dizer, cegadas pela ganância e o medo de uma sucessão empresarial que não seja forte o suficiente), por isso esses amigos são a verdadeira família, que apóia, conforta, e dá umas porradas em quem se mete com eles pra defenderem uns aos outros de vez em quando (Toda família tem seus defeitos :v ).

*Não achei foto da versão Japonesa então vai da coreana mesmo, só pra não perder o sentido :3

*Os melhores amigos disputam a Makino, você fica um pouco em dúvida de por quem torcer na versão coreana, mas a japonesa não deixa dúvidas do casal final, só um pequeno spoiler :v

Makino e Doumyouji são um caso a parte também, é aquele casal que enfrenta todo o tipo de infortúnios para ficarem juntos, e você fica torcendo por esse final feliz o tempo inteiro porque eles são realmente perfeitos um pro outro.

(Boatos de que o casal está junto até hoje na vida real, eu quero acreditar nisso, acho que todas as pessoas que assistiram o dorama sentem o mesmo, mas se for realmente verdade eles esconderam muito bem por esses 11 anos que passaram.)

DESCULPA AÍ GALERA, MAS OS CLICHÊS MENINA POBRE GAROTO RICO COMEÇAM TODOS AQUI <3 (Esse drama é de 2006, os mangás começaram em 1992 e o anime é de 1996)
Ainda não li os mangás nem assisti o anime, vou ficar devendo essas resenhas pra vocês :v

E o que falar desse colar que nunca achei pra comprar em lugar nenhum mas é meu sonho de consumo pra vida toda????

A trilha sonora é uma das mais incríveis de todos os dramas que já assisti. (E a música de abertura é cantada pelo próprio ator que faz o Doumyouji, Jun Matsumoto.) :3

Como eu não consegui achar a opening bonitinha pra vocês assistirem, fiquem com essa música linda que me emociona até hoje (assisti esse drama tem uns 6 anos :v)

 

Uma curiosidade bem interessante pra complementar, Jun Matsumoto é vocalista do Arashi, uma das bandas mais famosas do Japão. (Uma produtora brasileira estava com boatos de trazer uma banda japonesa para o Brasil esse ano e Arashi era uma das mais bem cotadas, vamos aguardar os próximos capítulos… :3

 

 

Obs1 : Como a versão coreana tem o Lee Min Ho como principal, eu procurava fotos da japonesa pra postar e só achava da coreana :c

Obs2: 9 em cada 10 pessoas (ou mais) que assistiram as duas preferem a japonesa, que é fiel ao mangá o tempo inteiro (MAS A COREANA TAMBÉM É MARAVILHOSA GENTE, EU TAMBÉM A AMO MUITO, EU JURO, NÃO ME MATEM, ASSISTI UM EPISÓDIO ATRÁS DO OUTRO, só a Jan Di que me irritava as vezes, coisa que a Makino nunca fez…

Espero que vocês assistam Hana Yori Dango e se emocionem como aconteceu comigo (O final não decepciona nem um pouquinho, eu garanto :3 ), eu não podia falar menos do primeiro dorama da minha vida, que me fez entrar nesse caminho sem saída, mas posso dizer que não me arrependo nem um pouco.

O amor da Makino e do Doumyouji é tão puro e sincero, tão aconchegante, que ás vezes só precisamos disso pra continuar buscando aquele felizes para sempre. Um amor que abandona tudo (literalmente TUDO), pelo bem estar do outro. Eu sou suspeita pra falar, sou apaixonada demais por esse dorama, mas espero ter convencido vocês de que ele vale a pena (e muito <3 ), até a próxima semana, obrigada por acompanharem comigo essa matéria até aqui, Makino e Doumyouji também agradecem :3

PESSOAS QUE ASSISTIRAM HANA YORI DANGO NESSES ÚLTIMOS 11 ANOS, TO AQUI COM VOCÊS, QUERO UM ABRAÇO :3

Maria Clara Amorim

Maria Clara, 19 anos, estudante de Engenharia (UFF), irmã gêmea, ginasta, apaixonada por livros, mangás, kpop, doramas e esportes :3

Você Pode Gostar

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: