20° Evento: A Menina que Comprava Livros

Evento: A Menina que Comprava Livros

Cheguei atrasada, morrendo com a língua a meio metro do chão, mas por pura sorte consegui pegar o evento da Raffa no início e acredito que perdi apenas alguns minutos.

Então assim que arrumei um cantinho pra sentar e mozão catou a câmera, vi que a Michelle Strzoda é quem comandava o primeiro bloco e descobri que o Rafael Freitas – autor de O Rio antes do Rio – por conta de um compromisso profissional não pode aparecer, mas Michelle não deixou nem um pouco a desejar, explicando o conteúdo do livro e tirando dúvidas da galera.
E então como já é de praxe, Raffa fez umas brincadeiras e sorteios que fez o público vibrar com os mimos.

Segundo bloco foi a vez do autor Luiz André Alzer que escreveu o livro o Meu Livro do Rio com o seu parceiro Bruno Drummond que não pode estar presente infelizmente.
O livro me pareceu muito interessante, ainda mais porque o autor é extremamente carismático e consegue te envolver com a história, fazendo assim você deseja-o.
Rolou mais brincadeiras e sorteios e infelizmente não ganhei esse livro! :´(

No terceiro bloco tivemos a participação da nossa autora Aficcionada Juliana Parrini, a bonequinha do meio literário. (Ara pondo Ju no colo e apertando até as bochechas explodirem)
Ela contou um pouco da sua trajetória, como foi escrever seus livros, o motivo, fez a Raffa surtar com o personagem masculino que é um capeta encarnado, mas que a gente sempre ama mesmo não entendendo o motivo.

Também nos contou sobre os direitos dos seus livros que foram vendidos para virar filme, e mesmo eu já sabendo, vibrei, pois só quem conhece a Ju sabe o quanto é uma fofa, sempre atenciosa com seus fãs, estou realmente feliz por ela.

Vi umas carinhas conhecidas e Mozão tirou muitas fotos, segue aí a galeria.

Ara Robert

Sou viciada em leitura, games, RPG, séries, filmes, gatos, nas minhas filhas e maridão. Meus melhores amigos são meu maridão, minhas filhotas e mami. Sou do tipo que quando ler se apega aos personagens e quando eles morrem eu choro, quando eles são horríveis fico com ódio.

Você Pode Gostar

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: