Resenha “Eu te Vejo”, de Irene Cao

EU TE VEJO Book Cover EU TE VEJO
IRENE CAO, ALINE LEAL,
216

Apesar de apaixonada pela arte e pelas cores de Veneza, cidade onde vive, a jovem restauradora Elena Volpe tem seu coração como uma tela em branco, pois nunca viveu uma grande paixão. Com 29 anos, a protagonista de 'Eu te vejo' tem a sua vida transformada com a chegada de Leonardo Ferrante, um famoso chef de cozinha e o mais novo inquilino do palácio onde trabalha na restauração de um afresco. O encontro com Leonardo abala suas certezas, abrindo as portas de um paraíso inexplorado. O chef sabe que o prazer é uma conquista para todos os sentidos - tem uma forma, um odor, um sabor - e guiará Elena até os limites mais doces e extremos do sexo, mas sob uma condição - nunca deverá se apaixonar por ele. A jovem aceita a proposta e deixa-se seduzir por este homem de passado misterioso, que parece fugir de seu desejo de prendê-lo a ela para sempre. Em 'Eu te vejo', Irene Cao revela uma trama de escrita suave, como o pincelar cuidadoso de uma restauração, e saborosa, como a gastronomia italiana. Tendo como cenário a exuberante cidade de Veneza, o primeiro volume da primeira trilogia erótica italiana traz todos os sentidos envolvidos na paixão entre Elena, uma mulher que não conhece o amor, e Leonardo, um homem que só conheceu o lado mais obscuro desse sentimento.

“Eu te vejo” é o primeiro livro da trilogia “Dei Sensi” da autora Irene Cao.  A personagem principal do livro é Elena Volpe, uma jovem de vinte nove anos que vive normalmente e bem reservada. Ela é restauradora de obras de arte, e como ela é muito detalhista e calma se torna algo perfeito para ela.

 Elena é meio privada em relação à romance e sua vida em geral e praticamente vive somente para o trabalho. No início do livro ela está trabalhando em um quadro em um castelo, da forma perfeita, sozinha sem ninguém incomodando, até que o dono do castelo, o Conde, recebe um novo hóspede,  Leonardo Ferrante que iria ficar lá por uns dois meses, já que ele está auxiliando com a inauguração de um restaurante do Conde.

No começo Elena não gosta nada da história de ter um hóspede no local, afinal ela prefere trabalhar sozinha e no silêncio. Mas logo muda de ideia, porque ele é bem silencioso e parece nem estar no local, até que resolve a seduzir.

Como meio que já acabamos desconfiando, eles se envolvem, mas o relacionamento deles é apenas sexo, sexo e nada mais! Ele faz um pedido e deixa um aviso, pede para ela nunca se apaixonar por ele ou então tudo estará acabado!

 

“— Você tem que me fazer uma promessa.

— Qual?

— Que nunca vai se apaixonar por mim.”

 

Existem mais  dois personagens secundários: Gaia, a melhor amiga e Fillipo, um amigo do tempo de faculdade de Elena que retorna à trabalho e sempre foi apaixonado por ela, eles chegaram a ter uma noite de amor antes dele mudar novamente de cidade para trabalhar, eles mantiveram contato meio românticos até Leonardo aparecer, depois Elena meio que deixou ele de lado ( BURRA).

 Durante o trabalho, Elena até tentava se distrair desse relacionamento estranho. Por um lado era ótimo, pois apesar dela não ser inexperiente, está amadurecendo sexualmente. Mas também existia um lado ruim, era estranho para ela se relacionar sem poder se envolver emocionalmente e de saber que ele se envolvia com outras mulheres, além de liberar ela ter outros relacionamentos. Ela vive confusa e não divide isso nem com sua melhor amiga e sempre quando meio que se arrepende desse relacionamento ela lembra de Filippo. ( EU DISSE QUE ERA BURRA, AGORA QUER LEMBRAR DELE?)  E agora? A escolha foi certa? Ela vai se arrepender? Vai conseguir não se apaixonar?

 

“Quero ser forte, racional, tenho quase trinta anos e quero organizar minha vida, me concentrar nas coisas das quais eu gosto, encontrar meu lugar no mundo. (…). Eu era a mulher que ele queria. Agora tenho que voltar a ser eu mesma, uma Elena que pertence somente a Elena.”

 

Narrativa:

O livro é contado na Versão conturbada e duvidosa de Elena, o que nos faz entender suas dúvidas e questões. Isso não quer dizer que isso faça você não sentir raiva de Elena.

Destaque:

Não é uma menina virgem que não sabe nada e é transformada! Ufa rs. Esse destaque finjam que está em off tá?

Gosto muito quando o livro tem várias informações além da história do casal, conhecer Veneza em uma leitura é muito lindo.
A escrita da autora também me chamou bastante atenção.

Minha Opnião:

Tá difícil falar tudo do livro, como a boa escrita da autora. Realmente gostei da forma como escreveu, mas a vontade de estapear a Elena é maior que tudo! Que menina burra! Vem um cara lindo, loiro romântico que se declara para ela, diz que vai voltar para ficar com ela, mas ela larga ele por um cara que fala “vou te comer e ir embora”? Tá, todo mundo tem suas burradas e arrependimentos, mas esse foi exagerado. Aí depois chora confusa e não sabe o que fazer? Merece uns tapas! Pronto desabafei. Agora vamos para opinião em geral.

Como já disse a escrita é realmente boa, só que tem um ponto negativo no livro. Todo livro a menina ou mulher é meio insegura, é linda mas não se acha bonita nem nada. Qual o problema da menina ser normal e pronto? Ou reconhecer que é bonita? O que tenho estranhado e reclamado um pouco é que em todos os livros os personagens são deuses gregos. Na leitura em geral é envolvente mas eu briguei o livro inteiro com Elena, as atitudes que ela toma são meio imaturas, sabe? Não correspondem com a idade dela, mas deve ser por não ser experiente em relacionamentos. Eu sinceramente mesmo tendo 99% de certeza que isso não vai acontecer torço para que ela fique com Fillipo, MAS vamos ver o porquê realmente o Leonardo não se entrega e se isso vai me fazer mudar de opinião.

E como pode, amei o livro e odeio a personagem?

 

Thami Cheble

Gosto muito de ler! Tenho costume de me colocar no lugar do personagem pra entender melhor ainda o que ele sente, e se me ver rindo igual louca quando estou lendo não ligue, isso é normal mas, se me ver chorando nem pergunte! Não interrompa minha leitura.

Você Pode Gostar

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: