Crítica – Stranger Things

Lançada em 15 de julho pela metralhadora de séries Netflix, a primeira temporada de “Stranger Things” já chegou quente e é assunto constante nas redes sociais. Trazendo à tona os elementos nostálgicos dos anos 80 – como música, jogos e filmes – , a série nos seus pouquíssimos 8 episódios consegue misturar romance adolescente, terror, ficção científica e aventura. Criado e dirigido pelos gêmeos Matt e Ross Duffer (Hidden) e com a produção e direção de alguns episódios de Shawn Levy (Os Estagiários, Uma Noite no Museu), a série encanta os nostálgicos pelos anos 80 e surpreende a geração atual.

foto3

 

SINOPSE

Tudo acontece na pacata cidadezinha de Hawkins, Indiana no ano de 1983. O menino Will Byers (Noah Schnapp) desaparece misteriosamente no caminho de volta para casa e deixa todos da cidade muito espantados. Inconformados, os amigos Mike (Finn Wolfhard), Lucas (Caleb McLaughlin) e Dustin (Gaten Matarazzo) decidem ir procurar por Will, mas no caminho a turma acaba encontrando Eleven (Millie Bobby Brown), uma guria bem esquisita que pode saber do paradeiro de Will e ter conhecimento de uma dimensão paralela medonha.

foto5

 

OPINIÃO

Acredito que o roteiro e direção foram muito bem feitos e fechadinhos, ou seja, conseguia-se completar um ciclo caso não fizesse tanto sucesso, porém dando aquela brechinha para uma continuação. A série me lembrou muito os sucessos dos anos 80 como “Goonies”, “Caverna do Dragão”, “ET” e achei interessante a trilha sonora fazendo a parte essencial da trama com os hits “Should I Stay or Should I Go” do The Clash, “Africa” de Toto, entre outras maravilhas que estão disponíveis em playlist no Spotify!!

Stranger Things

A abertura da série também é algo memorável e que já que imerge o espectador naquele ambiente um tanto sinistro. Tanto ela como a trilha sonora foi feita pela dupla Kylie Dixon e Michael Stein, que assinam como Survive. Sério, pela abertura já é possível perceber o quanto esses dois são incríveis !

Winona Ryder se mostrou mais uma vez que é uma atriz de peso e foi incrível vê-la como Joyce, a mãe do menino desaparecido. Eu consegui acreditar nela, nos alívios que ela tinha quando obtia alguma notícia que podia ser positiva, nas emoções e nos olhares. Ela conseguiu trazer toda a sua experiência no cinema para série!

foto8

 

Mas mesmo sendo uma ótima atriz, quem rouba mesmo todos os holofotes são as crianças. Os atores mirins e seus personagens são incrííííííveis! Todos são ousados e carismáticos (meu favorito é o Dustin!), principalmente a personagem Eleven (ou Onze, no dublado) que carrega um passado horrível, podendo ser revisitados em flashbacks, e mesmo que a menina fale pouquíssimas palavras, seus olhares eram capazes de fazer o texto ser completamente dispensável.

Stranger Things

Os diretores disseram em entrevista para o site Variety que para o casting, eles precisaram ouvir mais de 1.000 crianças e que apenas as 5 selecionadas é que se enquadravam para o objetivo da série.“Não era como se houvesse duas opções para Eleven ou para Lucas. Não tinha. Eram essas cinco que foram muito bem e só. O nível geral é muito baixo. As crianças aprenderam a fazer carinha bonita pra câmera e só”.  Ainda bem, que a escolha foi muito cautelosa, porque realmente é raro de encontrar carisma e boa atuação em crianças em uma série que exigia mais emoção! Parabéns ao casting.

foto7

Eu altamente recomendo assistir dublado, pois o trabalho dos dubladores foi algo muito refinado e podemos observar a qualidade nas vozes que encaixavam perfeitamente nas características dos personagens. Foi uma dublagem extremamente sensível que se preocupou em todos o momento com a perfeição. Assistam dublado e vamos valorizar esse trabalho magnífico que ficou e o nosso idioma nato.

foto9

Por causa todos esses elementos ditos que dei esta nota máxima para a série. Não por ser a última modinha mais comentada no Facebook, mas pela extrema qualidade de roteiro, de produção, de elenco e com a dose certa de nostalgia. É uma série feita para os nascidos dos anos 1970 e 1980, mas que com certeza encanta a geração atual e nos faz pensar: “Puxa, queria ter sido criança nessa época”!

Ah, essa Netflix fazendo eu me derreter de amores por ela! s2

Confira abaixo o trailer de “Stranger Things”:

 

Bjo da Dayse 😉

Dayse Ribeiro

Oi,galera! Meu nome é Dayse, tenho 21 anos e estudo Jornalismo. Sou completamente apaixonada por cinema, séries (Game of Thrones e American Horror Story são meus xodós s2 rsrs) e claro, o Universo Nerd!

Você Pode Gostar

  • Coisa mais linda essa matéria! Amo amo essa série. Mike e Onze forever!!!

    • Dayse Ribeiro

      Obrigada Ara s2 Amei demais essa série e aguardo ansiosa pela segunda temporada s2

  • Dayse Ribeiro

    Muuuuito obrigada, seu lindo s2

  • Dayse Ribeiro

    Obrigada, lindona ! Verdade, estou ansiosa para a próxima !

  • Alexandre Ivo

    segunda temporada chega logooooo

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: