Crítica: IT – A Coisa

Crianças de uma cidade somem sem deixar rastro e um grupo sente uma ligação quando os acontecimentos dos mais bizarros os ligam a um palhaço muito do bisonho.

Enredo:

“It – A Coisa” conta a história de um palhaço que aterroriza uma cidade fazendo com que suas crianças sumam sem deixar rastros. O que acontece com elas, ninguém sabe, porém isso tudo muda quando uma delas começa a ser infernizada por esse ser macabro. Aos poucos, coisas vão ligando mais e mais esses guris assustados que não fazem ideia de como vai lutar com a “Coisa”.

Minha opinião:

O filme já começa com uma cena que vai te fazer pensar nela o longa inteiro. O diálogo de Pennywise com Georgie é medonho, com todo aquele cinismo de palhaço e malícia de quem quer fazer mal, e quando vem a grand-finale, arrepia até nosso último fio de cabelo. (cara que medo)

Vamos sendo apresentados a cada personagem, a cada medo (um pouco repetitivo, confesso) mas nada que tire o brilho do filme que é bem ambientado, bem roteirizado com momentos cômicos para diminuir a tensão e cenas de fazer qualquer um pular da cadeira.

Pennywise brinca com o medo dos outros e conforme você vai assistindo, vai descobrindo e notando os próprios. Morro de medo de palhaço e tem uma cena nesse filme, que arrancou um grito meu.

Também vemos outros tipo de medos, não é só o palhaço macabro que assusta nesse longa, vemos monstros reais, monstros que podem está mais perto do que imaginamos. Existe um mistério na cidade, um clima estranho, violência acontecendo nas esquinas e ninguém parece se importar. Abusadores, cuidados exagerados, beirando a loucura fazem a história ficar muito mais intrínseca, arrepiante, provocando até um pouco de asco na gente.

Os atores mirins mostraram um entrosamento digno de Strange Things, é impossível não comparar o companheirismo desse grupo com os personagens da série tão famosa. Ainda mais com coisas tão oitentista na tela nos causando nostalgia.

A atuação no novo Pennywise me agradou bastante, o bicho é assustador, ainda mais com aqueles olhos que vão cada um para um lado. (já disse o quanto odeio palhaço?)

O diretor mudou algumas coisas do livro? Sim, tirou cenas polêmicas e acrescentou outras, mas nada que perturbe o filme, muito pelo contrário, só o deixou melhor.

“It – A Coisa” já é recordista de bilheteria e merece uma chance, afinal de contas estamos falando de Stephen King.

Informações Sobre o filme:

IT – A Coisa, o novo thriller de terror do diretor Andrés Muschietti (“Mama”) e produzido pela New Line Cinema, é baseado no best-seller homônimo de Stephen King, uma das obras mais populares do autor, que tem aterrorizado leitores há várias décadas.

Quando crianças começam a desaparecer misteriosamente na pequena cidade de Derry, no estado de Maine, um grupo de jovens é obrigado a enfrentar seus maiores medos ao desafiar um palhaço maligno chamado Pennywise, que há séculos deixa um rastro de morte e violência.

No elenco de IT – A Coisa estão Bill Skarsgård (“A Série Divergente: Convergente”, série “Hemlock Grove”) como o principal vilão da história, Pennywise. No conjunto de talentosos jovens atores do longa estão Jaeden Lieberher (“Destino Especial”), Jeremy Ray Taylor (“Alvin e os Esquilos: Na Estrada”), Sophia Lillis (“37”), Finn Wolfhard (série “Stranger Things”), Wyatt Oleff (“Guardiões da Galáxia”), Chosen Jacobs (“Cops and Robbers”), Jack Dylan Grazer (“Tales of Halloween”) e Nicholas Hamilton (“Capitão Fantástico”).

Andrés Muschietti dirige IT – A Coisa a partir do roteiro adaptado por Chase Palmer & Cary Fukunaga e Gary Dauberman. Dan Lin, Roy Lee, Seth Grahame-Smith, David Katzenberg e Barbara Muschietti são os produtores, e Marty P. Ewing, Doug Davison e Jon Silk assinam a produção executiva.

A competente equipe de criação por trás das câmeras inclui o diretor de fotografia Chung-Hoon Chung (“Eu, Você e a Garota que Vai Morrer”), o desenhista de produção Claude Paré (“Planeta dos Macacos: A Origem”), o editor Jason Ballantine (“O Grande Gatsby”) e a figurinista Janie Bryant (série “Mad Men”).

Uma produção da New Line Cinema, IT – A Coisa que teve seu lançamento no dia 7 de setembro de 2017 no Brasil, com distribuição da Warner Bros. Pictures, empresa da Warner Entertainment Company.

Trailer 

 

Ara Robert

Sou viciada em leitura, games, RPG, séries, filmes, gatos, nas minhas filhas e maridão. Meus melhores amigos são meu maridão, minhas filhotas e mami. Sou do tipo que quando ler se apega aos personagens e quando eles morrem eu choro, quando eles são horríveis fico com ódio.

Você Pode Gostar

  • Luiza Maia

    Quero assistir… adorei a crítica!

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: