Autores Nacionais na Bienal do Livro 2017 – Thalita Rebouças

Autoras nacionais na bienal

                Esse especial de entrevistas com as autoras nacionais começa com alguém surreal, alguém que eu nunca imaginei entrevistar: Thalita Rebouças

Para quem não conhece, Thalita Rebouças é carioca, jornalista e começou a carreira em 1999. Lançou 18 títulos até então, tais como: “Traição entre amigas”, “Tudo por um popstar”, e o meu favorito, “fala sério mãe” que inclusive vai ganhar uma adaptação para o cinema com Larissa Manoela e Ingrid Guimarães no elenco.

 

Bia: Seus livros ultrapassam gerações, qual a sensação de ter fãs de todas as idades?

Thalita: Eu acho o máximo! Quando comecei a escrever nunca achei que as pessoas fossem crescer e continuar gostando dos meus livros. Isso me deixa imensamente feliz porque eu já ‘tô ai há quase vinte anos.

Bia: E o que é a bienal do livro para você?

Thalita: É o momento mais esperado do ano, porque a minha vida começou numa Bienal aqui no Rio, em 2001 e eu sou sempre muito feliz. A minha carreira foi crescendo nas bienais.

Bia: Como você se sente influenciando tantas crianças a ler?

Thalita: Tenho muitos leitores que viraram autores, todos os dias saio daqui com livros. Fico muito feliz de saber que posso influenciar alguém a batalhar pelo sonho de ler e escrever!

 

A entrevista foi curtinha, mas a Thalita cedeu com muito amor e muita fofura. Espero que tenham gostado e teremos muitas outras entrevistas! Beijos e até a próxima <3

Bia Bernardo

Sou carioca, ariana, louca por New Adults e apaixonada por história. Jornalista em formação, resenhista aficcionada e amante da escrita. Enquanto não lanço um livro, sigo escrevendo meus textos e minhas histórias. Escrevo e falo muito, o tempo todo. Amo passar o fim de semana com os amigos ou vendo séries.

Você Pode Gostar

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: